Centro de diagnóstico veterinário por imagem.
Ômega Imagem VeterináriaÔmega Imagem VeterináriaÔmega Imagem Veterinária
(13) 3394-6779
Vila Matias - Santos/SP

Cardiologia

Cardiologia

Os problemas relacionados a doenças cardíacas em animais, infelizmente, têm sido notados com uma frequência cada vez maior. Até hoje, a falta de diagnóstico ou de consultas especializadas em uma clínica veterinária, muitas vezes, pode ser um dos agravantes para que o animal tenha que conviver com problemas como esse sem passar por nenhum tipo de tratamento.

Animais já mais velhos, em linhas gerais, são os que mais sofrem desses males, mas muitas vezes os sintomas são confundidos com sinais da chegada da idade. Por isso, é importante buscar um diagnóstico com um profissional especializado em cardiologia veterinária para que o animal possa receber os devidos cuidados e o tratamento mais efetivo.

Doenças cardíacas em animais: causas

Há vários tipos de doenças cardíacas que podem ser identificadas em um animal. O primeiro aspecto a ser levado em consideração é a sua causa. Ela pode ser congênita (nesse caso o pet nasceu com a doença ou a mesma foi adquirida nos primeiros meses de vida), hereditária (genética transferida de geração para geração) ou adquirida (quando se desenvolve com o tempo).

Em geral, os casos mais comuns relatados são os problemas nas válvulas cardíacas e/ou defeitos no músculo cardíaco e as arritmias cardíacas. Entre os cães, as raças de menor porte (Poodle, Lhasa Apso, Shih Tzu, Yorkshire) são mais predispostas a apresentar alterações degenerativas nas valvas cardíacas, enquanto raças de maior porte como (Dogue Alemão, Doberman e Boxer) apresentam um risco maior de desenvolver doenças no músculo cardíaco e também as arritmias. Já entre os gatos, as raças Persa e Maine Coon também tem um potencial hereditário de serem vítimas de cardiomiopatia hipertrófica.

No caso da degeneração da válvula mitral, ocorre um espessamento dos folhetos, diminuindo a capacidade de realizar correta coaptação e fechamento, fazendo com que parte do sangue, quando o músculo se contrai, siga um caminho errado e volte para o átrio. Já na cardiomiopatia dilatada é uma doença do músculo cardíaco, que se torna fraco e flácido causando falhas no bombeamento de sangue e diminuição no fluxo sanguíneo para os órgãos.

Sempre consulte um cardiologista veterinário em caso de dúvidas e suspeitas. 

At vero eos et accusamus et iusto odio digni goikussimos ducimus qui to bonfo blanditiis praese. Ntium voluum deleniti atque.

Melbourne, Australia
(Sat - Thursday)
(10am - 05 pm)